...NÃO MOSTRES A DEUS O TEU MAIOR PROBLEMA, MAS MOSTRA AO TEU PROBLEMA O TAMANHO DE DEUS...

17 de maio de 2007

Quinta- feira...Dia da Espiga ou Dia da Ascenção

Neste dia, para mim e para muitas pessoas da minha geração, temos como tradição
a apanha da espiga.
De acordo com esta tradição, costumo apanhar espigas de trigo, papoilas, e outras florinhas do campo, fazendo pequenos molhinhos e dentro destes, coloco um pequeno pedaço de pão e uma moeda escura/preta ( 1, 2 ou 5 cêntimos) atando-os com um cordel ao molho. Depois de feito, coloca-se atrás da porta da entrada/saída ( com as flores viradas para baixo).
O molhinho da espiga deve permanecer atrás da porta durante um ano inteiro até ao próximo dia de espiga (do ano 2008).
Quando for dia da Ascenção retira-se e coloca-se um outro novo.
Esta tradição tem como significado: atrair a sorte, prosperidade e nunca faltar dinheiro...como dizia a minha avó!
Eu já fiz a minha, não custa nada e até se dá uma voltinha pelo campo!...
Sempre é mais uma esperança para termos sorte e que o Euromilhões nos "calhe"! risos...
quem sabe...se ainda monto um império de culinária!
Boa sorte a todos que por aqui passam!





11 comentários:

  1. Sendo assim, boa sorte! Quando seu império for real, não esqueça de postar receitas para nós. Bjs. ;o)

    ResponderEliminar
  2. Essa do pedaço de pão e da moeda escura não sabia. Vou já acrescentá-los à minha espiga.

    ResponderEliminar
  3. olá natercia! esta eu já sabia e todos os anos a minha mãe faz-me! beijinhos e boa sorte!

    ResponderEliminar
  4. quando andava na escola e tinha a tarde livre ia com a minha avó apanhar a espiga, agora fechada no escritório é complicado

    ;-)

    ResponderEliminar
  5. linda tradição!! Obrigado por nos lembrar!!!

    ResponderEliminar
  6. Aqui, no Buçaco, realiza-se desde há muitos anos uma romaria muito concorrida. É a festa da Ascensão e os romeiros, antigamente, traziam os seus apreciados farnéis e comiam tudo na floresta.
    Coisas belas. Tão belas como as suas famosas receitas que me fazem crescer água na boca.

    Bom fim-de-semana.

    Eu sou o GUERREIRO LUZ , porque sonho. Sem sonhos, as pedras do caminho tornam-se montanhas, os pequenos problemas são insuperáveis, as perdas são insuportáveis, as decepções transformam-se em golpes fatais e os desafios em fonte de medo.

    Liberta a tua criatividade e acredita, também, no GUERREIRO LOBO. Tu és uma pérola única no TEATRO DA VIDA.

    Não vivo de pesadelos. Tenho sonhos como qualquer ser humano que procura a luz que nos guia. A vida envia-nos muitos sinais, basta estar atento e procurá-los à nossa volta.São muitos e enviados das mais diversas maneiras. Por isso sou um GUERREIRO LOBO, que mantendo a calma, sabe esperar e nunca ter medo.

    Abri há pouco a janela
    do meu quarto minguado,
    entrou o vento
    soprando forte
    trazendo uma trova
    e uma canção
    com um refrão tão triste
    que diz
    que nunca mais te encontrarei.

    Parti como um louco,
    gemendo e chorando
    e à tua porta bati.
    Apareceste-me
    bela e singela
    com a tua leve candura
    na face tinhas a lágrima da
    desventura.

    Soltei um grito de pânico,
    que atravessou o oceano
    e num rochedo fez eco
    levado pelos anjos
    que partiram para sempre.

    Grito agudo e
    lancinante
    que transporto sempre no peito
    deixando amargas liras
    e a saudade de te ver.
    Perdi-te meu AMOR.

    Meus amigos e amigas: Aceitai o medo como que ele faça parte integrante das nossas vidas. Aceitai-o, mas não tenhais receio de AMAR. Aceitai especialmente o medo da mudança, mas saibamos caminhar sempre em frente apesar do bater do nosso coração nos lançar um grito lancinante como que a dizer: VOLTA PARA TRÁS!
    As trevas da noite caem, mas a manhã volta de novo ainda mais brilhante.
    Manteremos viva a nossa ESPERANÇA.

    Com especial carinho para ti, dedico este meu poema.

    Sou um GUERREIRO LOBO que habita as paragens das caçadas eternas do bosque da felicidade, o "nosso" :

    http://lusoprosecontras.blogspot.com

    Vinde até ele ouvir a minha história. É uma história de um Povo, e o Povo é simples como eu.

    Deixo-te aqui, neste teu cantinho maravilhoso, um grande abraço de Amizade.

    SANDOKAN

    ResponderEliminar
  7. Minha Boa Amiga: Gosto muito do seu blogue e das suas iguarias. Se por acaso encontrar por aí a minha noiva, por favor, dê-lhe de comer, porque estou cheio de medo que ela fique anorética. E como a minha Amiga sabe assim tão bem cozinhar, dedico-lhe este poema.

    Eu sou terra, eu sou mar
    Tu és ar
    Sou teu pecado, és meu fado
    És minha calma
    Sem querer faço sofrer
    A tua alma
    Sinto os dias a passar
    E tento sempre anuviar
    Esta dor de não estar
    Ao pé de ti
    Diz-me então se vale a pena
    Continuar
    Lentamente a definhar

    Quando rimo, aproximo
    O coração da boca
    Ás vezes quase que me sufoca
    Porque todo o tempo do mundo
    Não chega para ir até ao fim do mundo

    Porque a razão do meu ser
    É amar-te…
    E saber que só a ti te posso ter

    Depois da noite
    Vem o dia
    Depois do sol
    A chuva fria depois de ti
    Vem o vazio
    Sentimento sombrio
    Amargo fel
    Á flor da pele
    O que eu quero
    Meu irmão
    É sair da escuridão
    E encontrar a solução
    E não viver um drama
    Quando é melhor
    A calma
    E assim quem diria
    Se faz a poesia

    Mas as palavras não conseguem dizer tudo
    Ás vezes fico simplesmente mudo
    Á espera da altura certa
    Sempre de alerta

    Porque a razão do meu ser
    É amar-te…
    E saber que só a ti te posso ter

    Recém-perdido nascido
    Sem placenta
    Eu sou fogo
    Tu a lenha que o alimenta
    O teu fôlego sabor a menta
    Que me enche e atormenta
    Não te ver ou tocar
    Embrutece os sentidos
    Há quanto tempo fecho a
    Alma e coração doridos
    Tic-tac o tempo passa
    Continua parado
    Má sorte nascer para viver
    Este fado.

    Por vezes sinto que luto
    Apenas contra moinhos de vento
    Come se fosse D. Quixote
    Iludido sem alento.

    Porque a razão do meu ser
    É amar-te…
    E saber que só a ti te posso ter

    S.O.S.

    AJUDA O ZECA PALECA A ENCONTRAR A SUA NOIVA.

    Vai ao

    http://lusoprosecontras.blogspot.com

    e deixa lá a tua contribuição.


    BUÁÁÁÁÁÁÁÁÁÁ!!!!

    ResponderEliminar
  8. também já tenho uma mas não atrás da porta :)
    beijos

    ResponderEliminar
  9. Minhas amigas e amigos muito obrigada pelo vosso carinho.um beijinho a todos...Natércia

    ResponderEliminar

Abra o Tacho e deixe o seu comentário! Obrigada...do fundo do meu coração.♥♥